O shiatsu é um tipo de massoterapia japonesa. Foi desenvolvida a partir de diversas disciplinas da medicina oriental, incluindo a acupuntura e a fitoterapia, assim como programas de exercícios físicos e alimentação. O shiatsu, a exemplo de outras formas de massagem, visa relaxar e revigorar o corpo. Para esse fim, utiliza a energia natural do corpo.

O shiatsu surgiu no japão com uma terapia holística para tratar mente, o corpo e o espírito. Ministrado corretamente, é eficaz tanto contra problemas emocionais quanto físicos. A palavra “shiatsu” provém do shi, que significa dedo, e “atsu”, pressão, embora também possa ser administrado pela pressão dos cotovelos ou até mesmo dos joelhos. A qualidade da pressão aplicada é a característica mais importante que o diferencia das outras formas de massagem. Para atuar sobre a energia do corpo a pressão deve ultrapassar as camadas superficiais e chegar até seu âmago. Às vezes, a sensação é bem relaxante e outra bem dolorosa.

O shiatsu é normalmente praticado sobre um futon, tipo de colchão japonês, assim terapeuta e paciente ficam ao nível do chão. O paciente permanece vestido, o que permite ao terapeuta contatar a energia do corpo e não da pele.

A medicina oriental, e portanto o shiatsu, utiliza a filosofia do yin e yang. Yin é a característica da matéria e da substância; em outras palavras, o corpo. Yang é a característica do movimento e do pensamento: a energia. Essas características são posteriormente subdivididas em cinco elementos: metal, água, terra, madeira e fogo. Cada meridiano, ou caminho de energia no corpo, é tanto yin quanto yang e associado a um dos cinco elementos.

Dra Cláudia Ferreira da Silva

www.andalushomespa.com.br

Anúncios